Arquivo

Archive for março \18\UTC 2009

Móveis Coloniais de Acaju

Vou começar uma série de postagens sobre músicas em 3, 2, 1:

Olá a todos os presentes e ausentes ( mais ausentes que presentes, infelizmente, quanta rima chata o.O).

Hoje vou postar sobre Móveis Coloniais de Acaju.Quanta gente o.O

Mais conhecida como MCA ( mentira, mas também é), esse pessoal da capital do Brasil ( a capital do Brasil é Brasília, sei que todo mundo pensava que era Rio Branco mas não é!) tocam desde 98, gravaram um EP em 2001 ( que não recomendo apesar de gostar muito da banda), e seu primeiro CD em 2005, o IDEM (ótimo CD).
||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||
Com “apenas” 10 membros Móveis Coloniais de Acaju mistura um bom rock com instrumentos de sopro, atualmente eles estão encerrando a gravação do novo CD chamado “C_MPL_TE” ( não, a página não está com erros, o nome do CD realmente é esse ^^), eles estão gravando desde Outubro de 2008, e eu esperando desde lá, o lançamento virtual será em Abril, pela Trama, pois é, só um mês e MCA o dia inteiro pra mim!!!Eles já lançaram os Singles “Sem Palavras” e “O Tempo” desse novo CD, duas ótimas músicas, elas estão disponivel para download na internet ( vai ser bem aonde -.-).
||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||
Recomendo muito esta banda para vocês, não vão se arrepender.(Se tiverem um bom gosto musical, por exemplo o meu MUHAHAHHA)
|||||||||||||||||||
Até a próxima.                   To be continue…
|||||||||||||||||||
 Não perca, no próximo episódio: “Los Porongas”, provando que o Acre existe!!!
Categorias:Músicas Tags:

Discografias Killed!!

Isso mesmo, a APCM (Associação Anti-Pirataria Cinema e Música) acabou com a comunidade Discografias, ela continha quase UM MILHÃO de membros.

A Discografias e outras comunidades filiadas (como videografias) foram ameaçadas pela APCM e foram fechadas. É claro que isso não vai acabar com a troca de músicas pela internet ( até parece -.-), mas facilitava muito minha vida e de outros, agora temos que ir pelo Google mesmo. Heheh

Como se as gravadores fossem ganhar milhões com isso, só vão conseguir diminuir a divulgação dos artistas. A maioria das bandas que escuto conheci pela internet.

bye bye

Análise: Castlevania – Lament of innocence

Busquei em vão indentificar… Motivos para não querer te guardar!”castlevania-lament-of-innocence2

Ao som de Móveis Coloniais de Acaju, voltando a pôr o urubu rosa na ativa!
Estreando as análises aqui no blog, começarei com Castlevania Lament Of Innocence.

Castlevania Lament of Innocence traz ao jogador as verdadeiras origens da família Belmont, assim como a do próprio Drácula.
O protagonista neste título é Leon Belmont, um habilidoso cavaleiro do séc. XI, que abandona seu título e sua posição de poder para resgatar sua amada, Sara, que foi raptada e levada até Castlevania. Lá Leon descobre que não será assim tão fácil reaver sua amada, ele tem a ajuda de Rinaldo um alquimista que vive nas proximidades do castelo e que ajuda os caçadores que tentam efrenta Walter (Vampiro senhor do castelo na época) e lhe dá o Whip of Alchemy (o futuro Vampire Killer passado de geração em geração no clã Belmont). Leon então presencia o nascimento do Conde Drácula, em uma revelação arrasadora.(se eu contar acaba a surpresa toda do jogo :D)
Castlevania – Lament Of Innocence, conta com um ótimo sistema de batalha, com uso de várias Relics e Orbs (marcas clássicas da série), ótimos gráficos, uma grande área para ser explorada repleta de segredos (às vezes você fala: Cara! como que eu vi isso?) e acima de tudo um belo áudio em Dolby Surround (você se sente dentro do castelo com aquela trilha sonora. brrrr!).
Lament Of Innocence, é um ótimo jogo que vale a pena ser jogado.

Nota: 4/5

Bom pessoal, taí análise pessoal deste ótimo jogo!
Abraço

P.s.: A área de “Análises” abrangerá jogos, livros, séries e até música!

P.s.2: Linx sinta-se à vontade para postar análises. Eu sei que você lê, joga e escuta MUITA música.

Categorias:Análises Tags:,